24/04/2017

Tese - Moçambique, Identidade, Colonialismo e Libertação


  • [TESE: MOÇAMBIQUE, IDENTIDADE, COLONIALISMO E LIBERTAÇÃO]
  • Por José Luis de Oliveira Cabaço
  • Orientador Porf. Dr. Kabengele Munanga




Link para ler/baixar aqui: https://drive.google.com/file/d/0B_W2MHgG528OckE4dXpraTM3WGs/view

"A presente tese define-se como uma reflexão acerca das políticas de identidade promovidas pelo estado colonial português e pela Frente de Libertação de Moçambique, com ênfase nos cem anos que antecederam a independência, proclamada em junho de 1975. Procurando uma perspectiva multidisciplinar, a análise é orientada por conceitos que procuram destacar fatores determinantes da concepção de dualismo inerente à situação colonial.
A abordagem das várias estratégias culturais a que recorreu a metrópole para sustentar sua "vocação" imperial constitui um dado significativo do trabalho que procurou compreender algumas particularidades do projeto lusitano, com a preocupação de enquadrá-lo num processo mais amplo que não poderia desconsiderar os passos da História no ocidente.
Partindo do estudo das duas concepções de assimilação e sua continuidade no luso-tropicalismo (e sua instrumentalização pelo Estado Novo português), a análise focaliza a gênese do nacionalismo e a nova dinâmica que a tática de guerrilha, implementada pela luta de libertação nacional, introduz no território de Moçambique. No que se refere à política de identidade nacional proposta pela FRELIMO, foi privilegiada pela pesquisa a dialéctica que ela estabelece com as sociedades tradicionais."

Allhan William de Oliveira

Divulgação: Afroindígena - Material Educacional
Posts Relacionados Plugin for WordPress, Blogger...

Públicidade

 Professor da UERJ explica quais os riscos do programa Escola sem Partido  O último discurso de Martin Luther King,  O que se passa em Venezuela realmente, 2017
Diferencia entre los mayas y aztecas O Tráfico de escravos do Atlântico em 2 minutos. A Serpente emplumada, a história de Quetzalcoatl

Mais Vídeos AcervoPlay