04/06/2017

Acervo Histórico da ALEPA

Nascido da necessidade de sistematização das atividades de mesas diretoras anteriores, em 8 de outubro de 2013 foi criada a Comissão do Acervo Histórico da Assembléia Legislativa e conseqüentemente implantado o Acervo Histórico, Patrimonial e Iconográfico da Assembléia Legislativa, com a finalidade de resgatar, sistematizar e disponibilizar informações sobre os projetos da Casa não somente para parlamentares, mas também para pesquisadores e o público em geral.


Iniciou-se então a busca dentro da casa, expandindo também para antigos parlamentares, instituições públicas e o próprio Acervo Público do Estado. Graças a isso, atualmente, o acervo possui cerca de 5.000 fotos diversas que compreendem desde a década de 30 até os dias de hoje, enriquecido com fotos de jornais e diversos anais.

Entusiasmado com este primeiro resultado, o então presidente da Alepa, Deputado Márcio Miranda, que possibilitou a criação e tornou-se o principal incentivador desta Comissão, lançou um desafio: A publicação de um livro contendo a história da Assembléia. Assim, no dia 24 de março de 2014, em comemoração aos 180 anos de existência do Poder Legislativo, foi lançado em cerimônia no Hangar o livro “Coletânea dos 180 anos do Poder Legislativo”, contendo fotos, reprodução de textos e matérias especialmente produzidas.

A partir daí, as atividades não pararam e não se restringiram somente a sede da Alepa.

No mês de junho do ano passado, foi lançada revista do Acervo Histórico da Assembléia Legislativa, já no primeiro número trazendo um resumo do material levantado e intitulada ”Memória do Legislativo”. O segundo número foi lançado em setembro e homenageou a imigração japonesa no Pará. No mês de outubro deste ano, foi lançado o número mais recente: Cabanagem. A ação não se restringiu somente a revista sendo feita também uma exposição lançada no hall da Alepa e iniciando uma séria de atividades fora da casa. A primeira foi a exposição no Senado Federal, em Brasília. Em seguida, aconteceu na capital paraense em duas escolas de rede pública (Paes de Carvalho e Rui Barbosa). “A história do Pará é pouco conhecida. A Cabanagem, por exemplo, é apresentada apenas como movimento nativista. A orientação de toda a equipe é a de que, a partir do nosso acervo e exposições, ampliar o diálogo com professores e possibilitar acesso a jovens estudantes da rede público, finaliza o técnico legislativo e membro da Comissão do Acervo Histórico da Alepa, Ednelson Figueira.

Todo este material está a disposição para pesquisadores, professores e interessados de forma gratuita, sendo necessário o agendamento prévio.

Acervo Histórico
Palácio Cabanagem - Anexo Almir Gabriel
Rua do Aveiro, 130 / Praça Dom Pedro II - Cidade Velha
CEP 66020-070 - Belém - PA
Telefone: 3213-4229

Horário de Funcionamento
De segunda à quinta-feira: das 8h às 17h
Sexta-feira: das 8 às 13 horas

VIa - http://www.alepa.pa.gov.br/principal/acervo



       
  • Receba nossas postagens diretamente no seu celular. Basta enviar uma mensagem pelo WhatsApp com seu nome para - 55 91 981827693, e pronto.
Ajude-nos a difusão gratuita de conhecimento. Seja um patrocinador!
Posts Relacionados Plugin for WordPress, Blogger...

Públicidade

 Professor da UERJ explica quais os riscos do programa Escola sem Partido  O último discurso de Martin Luther King,  O que se passa em Venezuela realmente, 2017
Diferencia entre los mayas y aztecas O Tráfico de escravos do Atlântico em 2 minutos. A Serpente emplumada, a história de Quetzalcoatl

Mais Vídeos AcervoPlay